sábado, 14 de janeiro de 2017

Precariedade da saúde

Depois de quase 7 horas no Hospital Universitário algumas reflexões..... Era uma vez uma cidade que tinha 3 hospitais........ A evolução deveria ocorrer em qualquer setor, no entanto o que observamos é o descaso total com o que temos de mais precioso: a vida. Uma vida saudável depende de uma alimentação correta. Para termos uma alimentação correta devemos ter condições financeiras para suprir as necessidades do corpo e mante-lo saudável. Isso parece uma constatação obvia. Porem, como nos alimentarmos corretamente com todas essas dificuldades que se apresentam? Desemprego, baixos salários, oferta de alimentos tentadores mas nada saudáveis são alguns dos fatores que influenciam a atual realidade dos hospitais lotados. Diante das dificuldades de uma alimentação correta, os hospitais recebem diariamente pessoas doentes do corpo e da alma. Doenças de todos os tipos, inclusive devido a falta de atenção, de amor e de carinho. O corpo precisa do alimento para se manter em equilíbrio e a mente também. Reflito nas condições que trabalham os profissionais da saúde....observando suas atividades, percebi que dão o sangue, se desdobram, e tentam atender a demanda de uma cidade que tinha três hospitais e agora conta apenas com os postinhos e o Hospital Universitário FURG. É desesperador e angustiante a situação enfrentada pelos médicos, enfermeiros e pacientes... Emocionalmente fiquei abalada, incapacitada de fazer algo... lembrei do filme que Robin Willians " O amor é contagioso".
 Situação complicada da nossa cidade e do nosso país. Espaços e maquinas inoperantes, pessoas desempregadas, assim está a cidade do Rio Grande, assim está o país....As pessoas tem que serem mais corajosas, mais audaciosas, pensarem projetos. Quem sabe organizar mutirões, organizarem associações ou grupos de amigos (médicos, enfermeiros e até a sociedade leiga) e fazerem algo pelo nossos espaços para cuidar da saúde do povo... Não consigo parar de pensar naquelas pessoas nos corredores, aguardando um leito......triste.E o pior é que contribuímos mensalmente para com nossos impostos e taxas para nao ter um retorno decente.

sábado, 7 de janeiro de 2017

Férias....aventura pelo Cassino.....Rio Grande RS